Projeto auxilia na qualidade comportamental de atletas da Briosa

  A Portuguesa Santista vem surpreendendo cada vez mais com a sua confiança e superação dentro de campo. Em dois jogos do Paulistão A2, a Briosa saiu atrás no placar, […]

Destaques, Futebol profissional, Home, Notícias

 

A Portuguesa Santista vem surpreendendo cada vez mais com a sua confiança e superação dentro de campo. Em dois jogos do Paulistão A2, a Briosa saiu atrás no placar, mas mesmo com as dificuldades, soube manter a serenidade e virar a partida, vencendo o Rio Claro por 2 a 1, e o São Bento, por 3 a 1, na quarta e sétima rodada, respectivamente. Além de ser característico do time de Sérgio Guedes, esta postura também se deve ao projeto da Uno&Verso. Com mais de 15 anos de existência, a empresa desenvolve as qualidades comportamentais de profissionais no mercado de trabalho.
A equipe, formada pelos especialistas e irmãos José Ricardo Grilo e Luiz Fernando Grilo, realiza diversas atividades que ajudam a alinhar o comportamento dos atletas com o principal objetivo do time.


“Em conjunto com a comissão técnica, a gente desenvolve algumas atividades com base nas necessidades e nas metas do time. Através de um trabalho focado no aspecto comportamental, influenciamos e ajudamos a potencializar resultados dentro de campo”, comentou José Ricardo.
O processo se iniciou na pré-temporada, com um questionário que visava traçar o perfil emocional de cada atleta. Esses dados auxiliam a comissão técnica em várias questões, como, por exemplo, na definição de escalação e até nas substituições durante um jogo. Após a primeira etapa, os jogadores participaram de várias outras dinâmicas como o Jogo da Pá, Caneta na Garrafa e a Torre Copos. “Um desafio interessante foi o da Jangada. A missão deles era sair de um problema que parecia impossível e transformar em possível, através de estratégias cooperativas”, explicou José Ricardo, que propôs aos atletas atravessarem uma piscina, sem se molhar, apenas utilizando balões, sacos de lixo e barbantes. “O objetivo dessa dinâmica é criar cada vez mais uma sinergia entre eles. Um propõe uma solução, e o resto do grupo tem uma participação efetiva em aceitar a ideia do outro, o que não é muito simples em uma relação de time. E essa visão de que o resultado final é a somatória de esforços, ideias e criatividade, é importante, porque é o que faz diferença na partida”, completou Luiz Fernando.


Segundo os especialistas, a postura dos atletas diante dos desafios propostos é o reflexo exato do comportamento deles dentro de campo.
“Eles estão se superando cada vez mais nas metas propostas. Vale destacar também o relacionamento entre eles, o empenho até o final, a entrega de cada um. Se a gente for olhar para os jogos da Portuguesa, é exatamente como eles se comportam nos duelos da A2”, finalizou Luiz.