Briosa fica com 2º lugar do Grupo B da Copa Rubro-Verde

Após empate em 1 a 1 diante da Portuguesa de Desportos no tempo normal, Portuguesa Santista foi superada nos pênaltis por 4 a 1 e agora enfrenta o vencedor de Portuguesa Carioca e Club Sport Marítimo; Partida vale vaga na final da competição e será disputada no Rio de janeiro

Futebol profissional, Home, Notícias
Foto: Matheus Teixeira/Agência Briosa

Na tarde deste domingo, a Portuguesa Santista disputou a primeira partida válida pela Copa Rubro-Verde. Enfrentando a Portuguesa de Desportos, no Canindé, a Briosa saiu de campo com um empate em 1 a 1, com gol marcado pelo atacante Rodriguinho, ainda na primeira etapa, após sair atrás no placar.

Embora as duas equipes já tivessem vaga garantida nas semifinais da competição, era preciso definir o primeiro colocado da chave. Por isso, o resultado final foi decidido na cobrança de pênaltis. A Briosa foi superada por 4 a 1 e ficou com a segunda colocação do Grupo B.

Foto: Camilla Aloi/Agência Briosa

No próximo dia (11), às 15 horas, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro, a Briosa disputa a vaga na final da Copa Rubro-Verde diante do vencedor de Portuguesa Carioca e Club Sport Marítimo, que se enfrentam nesta segunda-feira (7), às 17 horas, também no estádio da Ilha do Governador.

“Acho que foi uma partida altamente relevante. Gostei da personalidade do time, da forma como eles se portaram, propuseram o jogo e criaram um monte de ocasiões de gol. Trabalharemos agora em cima de efetividade, maiores definições e conclusões, mas estamos no caminho certo”, avaliou o técnico da Portuguesa Santista, Sérgio Guedes, que acredita em um bom rendimento do time no Rio de Janeiro.

“É uma sequência. A gente trabalha com o objetivo principal de jogar um campeonato seguro, mas esses torneios são importantes porque dão credibilidade e confiança. Isso é bom para o jogador. É um time capaz de ir se personalizando e enfrentar todo mundo em condições de igualdade”, finalizou o treinador.

Sobre a Copa Rubro-Verde

As Lusas fazem parte da história do futebol brasileiro e estão juntas por um grande propósito: a valorização da marca Portuguesa. A relação de clubes coirmãos vem de longe. A agremiação mais longeva, a Portuguesa Santista, foi o embrião para que surgisse a partir de sua bem-sucedida experiência a Portuguesa de Desportos em 1920 na capital paulista, a Portuguesa Carioca em 1924, no Rio de Janeiro, e a Portuguesa Londrinense no ano de 1950, em Londrina.

O formato do campeonato em 2019 será diferente. Dois grupos foram formados: o grupo A com a Portuguesa-RJ, Portuguesa-LO, Marítimo-POR e jogos no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro; e o grupo B com Portuguesa-SP e Portuguesa-SA, com jogo no Estádio do Canindé, em São Paulo.

No grupo A as equipes jogam entre si e as duas que fizerem mais pontos avançam para as semifinais.. Já no grupo B as equipes estão classificadas para a semifinal que acontece no Rio de Janeiro e jogam entre si para decidir a primeira e segunda colocação do grupo. A grande final também acontece no Rio de Janeiro.